A Expressão Emocional no Homem

O homem tende a expressar menos as suas emoções em comparação com a mulher, devido a vários fatores históricos e culturais que incutiram crenças de desvalor ou fraqueza, por demonstrarem vulnerabilidade.

Ora essas crenças trazem consequências muito negativas, tanto na relação consigo mesmo, como na relação com os outros. Tendem a substituir a tristeza, a insegurança, a vergonha e o medo, em emoções autodestrutivas como o silêncio, a fuga, a revolta ou uma falsa aceitação.

Crescemos a escutar frases como: “Comporta-te como um homem”; “És um homem ou és um rato?”; “Os homens não choram”, entre tantas outras. E se as substituíssemos por: “Permite-te comportar como um ser humano que és”; “Um homem pode ser vulnerável, pois a vulnerabilidade não se trata de uma questão de espécie ou de género”; “Os homens choram as vezes que forem necessárias chorar”.

Historicamente, o homem sempre foi visto como uma figura valente, capaz, forte e indestrutível.  No entanto, por baixo desta armadura que aparenta ser inabalável, está uma pessoa com necessidades emocionais, tal como todas as outras, e que deve expressar as suas emoções.

As consequências da não expressão destas emoções podem ser extremamente severas, causando um sofrimento solitário, e numa última instância, comportamentos agressivos.

Desta forma, é necessário pedir ajuda. Tenha esse ato de amor para consigo, de confiança para com o outro e de coragem para combater as suas vulnerabilidades, descartando todas as crenças de cobardia, vergonha e humilhação que estão associadas a este comportamento.

O pedir ajuda está no falar com alguém de algo que não correu tão bem no seu dia, de alguma preocupação que tem vindo a impactar o seu bem-estar ou de algum pensamento que esteja a fazê-lo duvidar das suas capacidades, entre muitas outras formas.

Tenha esse ato de compaixão para consigo e permita-se perceber quando não consegue lidar com tudo sozinho. O pedir ajuda não se trata de uma questão de género, mas sim de uma tentativa de satisfação das necessidades apresentadas pelo ser humano, na sua globalidade.

blog sara cruz clínica

Sara Cruz

No nosso blog vai poder ler artigos escritos pelas nossas psicólogas sobre temas da atualidade e saúde mental.

Você também pode gostar